Ginástica Geral: como praticar esse esporte?

0

A ginástica geral é uma das diversas modalidades de ginástica que existem, e a que possui os movimentos mais diversos, pois ela incorpora as movimentações de todos os outros tipos. 

Ginástica Geral como praticar esse esporte

Ela é uma categoria bastante realizada nas escolas, pois sua diversidade e liberdade de movimentos permitem que qualquer pessoa pratique o esporte, inclusive crianças. Neste texto, você irá aprender quais as características da Ginástica Geral e algumas dicas sobre como praticar essa atividade. 

Ginástica Geral: como praticar esse esporte?

A Ginástica Geral é uma ótima opção de atividade física para todas as idades, desde crianças até pessoas mais velhas, e diferentes condicionamentos físicos. 

Os movimentos são mais livres e abrangem os outros estilos de ginástica, porém com mais liberdade, além de auxiliar no desenvolvimento físico, mental, cognitivo e psicológico.Ela também se diferencia das outras por não ter finalidade competitiva.

Para praticar a Ginástica Geral é possível integrar movimentos que incluem saltos, equilíbrio, giros e acrobacias. Alguns exemplos: Subir escadas, fazer agachamentos, dar “pulos de sapo”, fazer prancha com o corpo, e até alguns movimentos do aquecimento como a corrida no lugar e o polichinelo.

Confira a seguir uma opção de treino de Ginástica Geral para iniciantes: 

  • Faça 10 polichinelos laterais;
  • Faça 10 polichinelos frontais;
  • Corra no lugar por 10 segundos;
  • Dê 10 pulos de sapo;
  • Faça 10 agachamentos;
  • Fazer a posição de “ponte” de costas, e permaneça por 10 segundos;
  • Faça a posição de prancha, e permaneça por 10 segundos;

Lembre-se de fazer antes os exercícios de alongamento e aquecimento, a seguir daremos algumas dicas.

Como praticar Ginástica?

Antes de começar a praticar qualquer exercício físico é importante realizar um alongamento do corpo, para melhorar a flexibilidade dos músculos e evitar lesões e machucados. Confira a seguir uma série básica de alongamentos, permaneça em cada posição por 30 segundos (Atenção: se sentir dor, pare imediatamente o exercício e consulte seu médico):

  • Alongamento das coxas: Em pé, com os pés em paralelo e postura reta, puxe seu pé esquerdo para trás, em direção às costas e se equilibre apenas na perna direita. Quando terminar o tempo, faça o mesmo com a outra perna. (Dica: Para se manter equilibrado, mantenha os olhos focados em um ponto fixo à sua frente).
  • Alongamento do corpo, braços, joelhos e cotovelos: Em pé e com os pés em paralelo, tente tocar o chão com as duas mãos. Se não conseguir tocar o chão, vá apenas até onde o seu limite permitir. 
  • Alongamento das costas e braços: Em pé, com os pés em paralelo e postura reta, estique seu braço direito para a esquerda e segure o cotovelo com a outra mão. Após o término do tempo, faça o mesmo com o braço esquerdo.
  • Alongamento dos tríceps: Em pé, com os pés em paralelo e postura reta, estique o braço direito para cima e em seguida encoste a mão nas costas e segure o cotovelo com a outra mão. Após o término do tempo, faça o mesmo com o braço esquerdo.
  • Alongamento com braços estendidos: Em pé, com os pés em paralelo e postura reta, entrelace os dedos das duas mãos e estique os dois braços para cima. Inspire e respire devagar. 

Após o alongamento, é importante realizar um aquecimento, pois ele prepara o corpo para o exercício físico. Algumas opções simples de aquecimento para começar são: correr no lugar, fazer polichinelos, pular corda, saltar de um lado para outro, etc. Variar esses movimentos por cerca de 10 minutos é o suficiente para um bom aquecimento.

Antes de começar a prática de alguma modalidade esportiva, seja ela qual for, é recomendável consultar um médico para ter certeza se suas condições físicas estão boas e evitar lesões e machucados.

Conforme a modalidade de ginástica que se deseja praticar e do objetivo que se deseja alcançar através do esporte, é possível procurar uma academia ou personal trainer para uma melhor orientação do exercício. 

Entretanto, se o objetivo for começar a mexer o corpo para sair do sedentarismo, é possível praticar a Ginástica Geral em casa, sem grandes complicações.

Qual a origem histórica da ginástica?

A ginástica surgiu na Grécia Antiga, com o objetivo de treinamento militar dos soldados gregos. Era o tipo de exercício ideal para aprimorar as aptidões tanto do corpo quanto da mente, e fazia parte da cultura grega de culto ao corpo. 

Com a chegada da Idade Média, o hábito de praticar ginástica acabou deixado de lado, principalmente por causa da ideia do culto ao corpo ser considerado um pecado. Durante o período do Renascimento, com o resgate dos costumes e sabedorias da antiguidade, a prática da ginástica retornou.

Na Europa, a ginástica também tinha como objetivo o lazer e o divertimento, além de ser praticada por artistas circenses para o entretenimento do público europeu. No século XIX, as práticas da ginástica passaram a ser adaptadas para uma educação física, e nessa época nasceu a modalidade como conhecemos hoje. 

No entanto, a ginástica como uma educação do corpo passou a ser uma atividade extremamente elitista, um fato que se reflete até hoje. 

Atualmente, existem diversas modalidades de ginástica que fazem parte de competições, mas também da rotina diária de treinos de diversas pessoas.

Quantos tipos de ginástica existem?

Há quatro tipos diferentes de classificações da Ginástica: Ginástica competitiva; Ginástica de Condicionamento Físico; Ginástica de Conscientização Corporal e a Ginástica Geral.

Dentro da Ginástica competitiva estão as modalidades: Ginástica Artística, Ginástica Acrobática, Ginástica de Trampolim, Ginástica Rítmica e Ginástica Aeróbica. Essas modalidades são vistas em competições, como por exemplo nas Olimpíadas, e na maioria das vezes exigem a utilização de aparatos.

A Ginástica de Condicionamento Físico é bastante popular nas academias, a partir dela são exercitados grupos musculares com o objetivo de emagrecer e tonificar o corpo, também aumenta a resistência, flexibilidade ou outra característica física.

Já a Ginástica de Conscientização Corporal prioriza movimentos que aprimoram atributos como flexibilidade, respiração, postura, e melhoram a percepção sobre o próprio corpo. A Ginástica Geral incorpora movimentos de todas as classificações de ginásticas anteriores.

Qual a importância da prática de ginástica?

A Ginástica Geral é um esporte bastante completo, acessível, possível de ser praticado por pessoas de qualquer idade ou condicionamento físico. Seu diferencial em relação às outras modalidades de ginástica é que prioriza o lazer, e não a competição. É uma modalidade bastante praticada nas aulas de Educação Física nas escolas, por não exigir equipamentos ou aparatos específicos. 

Praticá-la melhora a saúde, a qualidade de vida, o condicionamento físico, além de ser uma boa forma de desestressar, pois a prática de exercício físico estimula o cérebro a produzir a serotonina, um hormônio que está ligado a regulagem do humor, do sono, do apetite e da memória.

Quais os movimentos da Ginástica Geral

Os movimentos da Ginástica Geral são os mesmos movimentos das outras modalidades de ginástica, como saltos, corrida, acrobacias (estrelinha, cambalhotas), giros, ponte, prancha, agachamento, etc.

Para quem quer começar a praticar algum exercício físico, não há motivos para não começar hoje mesmo com a prática da Ginástica Geral. Com movimentos divertidos e simples, esse esporte tão antigo é, ainda hoje, uma ótima possibilidade para quem deseja melhorar as aptidões do corpo e da mente.

Portanto, calce seu tênis, faça o alongamento, o aquecimento e pratique os exercícios aqui propostos. Com certeza, sua saúde corporal e mental agradecem.

Leave A Reply

Your email address will not be published.